noticias / VALE SÃO PATRÍCIO / Em São Francisco de Goiás, CEF fecha agência e deixa população sem atendimento
VALE SÃO PATRÍCIO

Em São Francisco de Goiás, CEF fecha agência e deixa população sem atendimento

No último dia 11 de fevereiro, a população de São Francisco de Goiás, cidade com 5 mil habitantes, foi à agência da Caixa Econômica Federal (CEF) da cidade para receber o pagamento de seus salários, mas encontrou as portas fechadas e um aviso que informava o fechamento da unidade por 30 dias, “que pode ser reavaliado após esse prazo”.

Em outras palavras, a agência pode ser reaberta caso em nova avaliação, o banco volte atrás da decisão de fechar. Entretanto, a suspensão das atividades já começou a trazer transtorno à população.

Elenice Vieira, que é funcionária pública e trabalha para o município, conta que todos os servidores recebem seus salários pela CEF. “Isso aconteceu bem na semana do pagamento, que é marcado para o dia 10. Mas acaba que em algumas contas demora mais a cair. Então, por um dia, muita gente ficou sem poder sacar o que recebeu na cidade”, conta.

 

Dificuldades

Ela relata que, para resolver a situação, as pessoas têm ido às agências de Jaraguá, que fica a 24,3 km de São Francisco, ou a Petrolina de Goiás, a 28 km. Dois trajetos que demandam quase meia hora de estrada de carro ou mais de ônibus. “E muita gente aqui não tem carro, o que dificulta ainda mais”, disse. Outra alternativa seria ir à Lotérica, mas Elenice não se anima. “Nunca tem dinheiro disponível para fazer saques, chega o dia do pagamento e não há cédulas suficientes para pagar a todos, a melhor opção era a agência bancária”, explica. Outra funcionária pública, que não quis ser identificada, disse que o transtorno é grande em sua casa, porque, além de dificultar o recebimento de seu salário, também complica o pagamento da aposentadoria de seu esposo, que é aposentado e tem Alzheimer. As servidoras também afirmam que, como titulares de contas da agência, não receberam qualquer aviso prévio sobre esse fechamento. A informação também é de que a prefeitura não foi avisada. A reportagem entrou em contato com a CEF, que ainda não respondeu aos questionamentos. A prefeitura também foi procurada, mas ainda não houve retorno. O espaço está aberto para manifestação.

Da Redação com OP

Jornal do Vale, desde 1975 - www.jvonline.com.br

...