noticias / VALE SÃO PATRÍCIO / Em Ceres, Caiado diz que “É preciso levar atendimento médico ao interior de Goiás”
VALE SÃO PATRÍCIO

Em Ceres, Caiado diz que “É preciso levar atendimento médico ao interior de Goiás”

Os caminhos para a interiorização da saúde em Goiás foram debatidos na noite de ontem (23) pelo senador Ronaldo Caiado (Democratas) e representantes da Associação Médica de Ceres, que elogiou o empenho do parlamentar no Congresso Nacional na área. No encontro, Ronaldo Caiado defendeu a urgência de medidas para que os pacientes do interior não fiquem mais na dependência de ir até Goiânia para conseguir cirurgias e atendimentos por especialistas.

“Se chegar ao governo, uma luta que enfrentarei é para construir hospitais de campanha e desafogar a espera por cirurgias em Goiás. A demanda reprimida é enorme e os pacientes não têm condições de esperar na fila dos hospitais”, garantiu.

Ronaldo Caiado lembrou que levantamento do Conselho Regional de Medicina (CRM) mostrou que a saúde em Goiás é centralizada em Goiânia, que não consegue atender a demanda de todo o Estado. Para garantir a presença de médicos no interior, ele afirma que o Governo precisa fornecer o incentivo.

“Também estou disposto a enfrentar o debate para que os hospitais privados credenciados possam receber um complemento para atender os pacientes do sistema público de saúde”, explicou.

Hoje tramita no Congresso Proposta de Emenda à Constituição (PEC), de autoria do senador Ronaldo Caiado, que cria a carreira de estado para os médicos atuarem no interior.A proposta iria oferecer uma carreira com dedicação exclusiva, determinação de um piso salarial mínimo, estabilidade e aposentadoria. 

Como uma solução para diminuir outros custos na área da saúde, o senador defendeu a ideia de um segundo diagnóstico antes da decisão de operar o paciente. Segundo ele, muitas vezes uma cirurgia é feita sem necessidade pela ausência de um segundo diagnóstico.

 

Elogios

O médico Hélio Albino, membro da Associação, elogiou a atuação do senador em prol da saúde e pediu ajuda para que Ceres se consolide ainda mais como polo na área de Medicina.

“Conheço sua trajetória e sei dos seus serviços prestados na saúde. O senhor fez um ótimo trabalho, por exemplo, para que o governo voltasse a realizar mamografia em mulheres com menos de 50 anos”, lembrou.

...