noticias / SAÚDE / Veja as Dicas de Saúde pelo médico Fabiano Santana Moura
SAÚDE

Veja as Dicas de Saúde pelo médico Fabiano Santana Moura

Perda ou diminuição do olfato e COVID

A olfação permite ao ser humano compreender e se relacionar com o meio ambiente, sendo importante para uma boa qualidade de vida. Além disso, serve como importante instrumento de alerta contra incêndios, escapes de gás e alimentos estragados. Sua disfunção acarreta importantes perdas sociais.

As infecções virais de vias aéreas superiores (gripes e resfriados) são importantes causas de anosmia (perda do olfato) ou hiposmia (diminuição) apresentando recuperação espontânea na maioria dos casos. A presença de anosmia súbita talvez possa sugerir COVID-19 neste cenário de pandemia e transmissão sustentada do vírus SARS-CoV-2. Ela pode ocorrer com ou sem alteração da gustação /diminuição do gosto dos alimentos (ageusia).

Existem várias causas de anosmia/ hiposmia. Entre elas, doença nasal e sinusal obstrutiva (rinites, sinusites, gripes, resfriados). Pós trauma da cabeça, envelhecimento, exposição á tóxicos (cocaína, cigarro, monóxido de carbono, metanol), tumores. Mínimas alterações na olfação pode ser um sinal precoce em desordens neurológicas como na doença de Alzheimer e de Parkinson.

Entre as causas de ageusia (perda da gustação) estão: uso de medicamentos, envelhecimento, doenças da boca (diminuição de produção de saliva), diabetes e lesões neurológicas.

Muitos pacientes diagnosticados com COVID, tem relatado como um dos sintomas ou sendo o único sintoma, a ANOSMIA SÚBITA. Sendo esse, o sintoma que mais incomoda entre os demais (febre, tosse, coriza, dor de garganta, falta de ar, dor no corpo). Isso se explica porque com o tratamento da COVID os outros sintomas desaparecem em torno de quatorze dias, porém, a anosmia pode permanecer por mais tempo, geralmente trinta dias. A boa notícia é que normalmente, em até trinta dias o cheiro volta.

A importância desse artigo, é o alerta para que se você perder olfato/cheiro subitamente, e/ou diminuir ou perder o gosto dos alimentos, mesmo sem os sintomas clássicos da COVID (febre, dor de garganta, tosse, falta de ar, dor no corpo), procure seu médico imediatamente.

O diagnóstico e tratamento precoce, junto com as medidas para evitar o contágio (isolamento, uso de máscara, lavar as mãos com frequência) e proteger aqueles ao seu redor é fundamental para vencermos essa batalha contra o coronavírus.

Essas são as dicas do Dr. Fabiano Santana Moura. Otorrinolaringologista. Atende no Centro Clínico e Diagnóstico São Pio X. Telefone: 3307-1505. Whatsapp (62) 9962-6052

Quem compara lê o JORNAL DO VALE, desde 1975 - Um jornal a serviço da nossa região www.jornaldovale.com

Aqui o jornalismo é profissional, sério, ético e imparcial

Siga nosso Instagram - @jornaldovale_ceres

...