noticias / PRIMEIRA LEITURA / Delegado Waldir diz que Bolsonaro criminalizou o congresso
PRIMEIRA LEITURA

Delegado Waldir diz que Bolsonaro criminalizou o congresso

Além da oposição, Jair Bolsonaro tem recebido críticas até de sua base no Congresso. O maior exemplo é o líder de se partido, o PSL, Delegado Waldir (GO), que em uma entrevista ao jornal Estado de S.Paulo neste domingo (14), disparou duras críticas à conduta do presidente.

Para começar, o homem que é visto como guru e ideólogo por Bolsonaro não passa de desconfiança para o parlamentar. “Uma pessoa que fica dando palpite em nosso país lá de fora. Quantos votos ele trouxe? Que campanha que ele fez? Escreveu não sei quantos livros, dizem. Parabéns! Mas e daí?”, indaga, em referência a Olavo de Carvalho. Para ele, “o grande atrito que existe hoje no governo, as caneladas do presidente, são influência desse filósofo Olavo de Carvalho”.

O deputado-delegado também admite que “ele tem, estourando, 100 votos” para a reforma da Previdência e acredita que Bolsonaro “criminalizou a conduta do parlamento” quando “criou as expressões 'velha política' e 'nova política'”. “Ele tem experiência no parlamento, quer implantar um novo modelo de governabilidade, mas ele não pode criminalizar o parlamento”, alerta.

Da Redação com Brasil 247

...