noticias / PRIMEIRA LEITURA / PSDB fecha acordo e Marconi Perillo será vice-presidente do diretório nacional
PRIMEIRA LEITURA

PSDB fecha acordo e Marconi Perillo será vice-presidente do diretório nacional

Candidato único ao comando do PSDB nacional, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, confirmou ao governador Marconi Perillo (GO) que haverá uma mudança no estatuto do partido para garantir que o goiano seja o primeiro vice-presidente da legenda.

A proposta deve ser apresentada até esta sexta-feira (8/12) e chancelada durante a convenção marcada para este sábado (9), quando uma nova diretoria será eleita para o biênio 2018-2019. A decisão vem para prestigiar Marconi, que, mesmo favorito, abriu mão da candidatura à presidência em torno da unidade do tucanato.

Atualmente, o estatuto prevê oito vice-presidentes (sendo um jurídico), sem uma “hierarquia” entre eles. Com a mudança, o goiano passará a ser o primeiro — ainda não foi definido se haverá mais de um.

Alckmin também pediu ao governador de Goiás que ele seja um dos articuladores nacionais de sua possível campanha à Presidência da República. Prestigiado no tucanato, Marconi assumirá papel decisivo no próximo ano na consolidação do projeto do PSDB em 2018.

 

Acordo

Então candidato à presidência do diretório nacional, o senador Tasso Jereissati (CE) deve assumir ou indicar um nome para comandar o Instituto Teotônio Vilela — centro de estudos e formação política do partido. Um dos mais cotados é o também senador Ricardo Ferraço (ES).

...