noticias / PLANTÃO POLICIAL / Em Jaraguá, jovem é morto por major, após suspeita de tentativa de roubo
PLANTÃO POLICIAL

Em Jaraguá, jovem é morto por major, após suspeita de tentativa de roubo

Na madrugada de hoje (10), por volta de 4h00, um jovem de 20 anos foi morto com um disparo de arma de fogo por um major da Polícia Militar (PM) em Jaraguá.

Conforme o Boletim de Ocorrência lavrado pela PM, a polícia foi acionada pelo COPOM, para averiguar uma tentativa de roubo contra uma senhora, que de acordo com o registro, seria a esposa do major, Leandro Ferreira Carvalho, 44 anos, comandante da 3ª CIPM.

Também, conforme o registro, diante das características do suspeito, os militares saíram em patrulhamento no intuito de localizar o suposto autor. Consta no registro, que o major recebeu apoio na Avenida Diógenes de Castro Ribeiro, Centro da cidade, de que havia saído da residência dele e próximo a sua casa, o indivíduo com as mesmas características informadas pela sua esposa.

Na ocorrência policial, consta que o suposto autor Luciano Francisco de Melo, em uma motocicleta tentou assaltar aproximando-se da janela dianteira direita do veículo, no momento segundo o boletim, que o suspeito sacou de uma arma, o major Leandro Ferreira, revidou fazendo um disparo de arma que atingiu a vítima, sendo que esta continuou na motocicleta até cair um pouco à frente do local. 

O suspeito ainda com vida, a polícia não conseguiu contato com resgate ou Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (Samu) e na tentativa de salvar a vida do baleado, ele foi conduzido até o hospital local, a arma foi entregue juntamente com a motocicleta e o capacete de cor preta na Delegacia de Polícia Civil. 

O boletim de ocorrência, informa ainda, que as características do indivíduo são as mesmas do suspeito que estava fazendo roubos nesta cidade nos últimos dias. A família está revoltada com o fato, sendo divulgado em aplicativo WhattsApp em áudio que está sendo muito dolorida à morte do jovem. A irmã do jovem morto, relata em áudio que o irmão não possuía arma e que na hora do fato ele estava na casa de um amigo tomando cerveja. Informações de terceiros e familiares é de que a vítima não possuía passagens pela polícia.

O Major Leandro Ferreira Carvalho apresentou-se à Delegacia de Polícia Civil e seguindo os tramites legais regidos pelos pilares do militarismo “hierarquia e disciplina”, informou seu comandante imediato e a Corregedoria da PM, para os devidos fins. Agora, caberá a Polícia Civil investigar e esclarecer os fatos.

...