noticias / PLANTÃO POLICIAL / Mãe do sertanejo Racyne também foi lesada por gerente suspeito de dar golpe em clientes de Banco
PLANTÃO POLICIAL

Mãe do sertanejo Racyne também foi lesada por gerente suspeito de dar golpe em clientes de Banco

Segundo informações da Polícia Civil, fornecidas nesta terça-feira (14), a mãe do cantor Racyne, que faz dupla com Rafael, também foi vítima de Fernando Dia das Silva, gerente de uma agência do Banco Santander, em Goiânia. Ele é suspeito de dar golpes em pelo menos 30 pessoas, entre elas, o também cantor Leonardo. O delegado Eli José de Oliveira, responsável pela investigação, disse que o prejuízo já comprovado é de R$ 4 milhões.

Fernando prestou depoimento nesta manhã - data em que completa 43 anos - no 4º Distrito Policial de Goiânia. No termo de declarações, consta que ele se reservou ao direito de permanecer em silêncio e não respondeu a nenhuma pergunta. Porém, ao final, disse que ele e sua família passaram a receber várias ameaças e que, por este motivo, está momentaneamente na casa de parentes.

De acordo com a polícia, o cantor Leonardo ainda não procurou a delegacia para denunciar o gerente. No entanto, o delegado pretende ouvi-lo até o fim da investigação. “Até agora não tem reclamação do Leonardo, mas iremos ouvi-lo a respeito do caso”, disse.

Oliveira pontuou ainda que várias vítimas já procuraram a delegacia, mas alegam prejuízo acima do que os documentos conseguem comprovar.

“A cada dia há um novo registro. Alguns podem ter sido lesados, mas jogam as coisas lá em cima, como se fosse bem maior. É preciso trazer documentos, como extratos, que comprovem o valor”, explicou.

O responsável pelo caso destacou ainda que apura ainda se outros servidores podem estar envolvidos. “Duas vítimas notaram que assinatura foi falsificada. Por isso, estamos investigando para ver se houve falsificação de documentos e se outros funcionários participaram”, destaca.

Em nota, a assessoria de imprensa do Banco Santander informou que a instituição “tem interesse na identificação de responsáveis e apoiará integralmente a investigação pelos órgãos de segurança pública.”

...