noticias / ESPORTES / Goianésia usa aplicativo de peneira virtual para garimpar talentos
ESPORTES

Goianésia usa aplicativo de peneira virtual para garimpar talentos

Depois dos sucessos recentes das peneiras virtuais do Grêmio e do Coritiba, um novo clube profissional resolveu aderir ao aplicativo Cavadinha. O Goianésia será o terceiro time a utilizar a ferramenta para garimpar novos talentos para o futebol nacional.

O aplicativo é uma novidade proporcionada pelo ex-goleiro de Corinthians, Roma e Seleção Brasileira, Doni Marangon, em pareceria com seu irmão, João Paulo. A intenção é aproximar clubes e empresários de garotos com o sonho de se tornarem profissionais.

A novidade da vez é o fato do Goianésia realizar uma seleção virtual para atletas profissionais, além da peneira para as equipes sub-17 e sub-20. A equipe goiana se prepara para buscar o acesso para a divisão principal do Campeonato Goiano em 2018.

Para se inscrever na avaliação, basta baixar o aplicativo, selecionar o clube, a faixa etária e enviar o vídeo com seus lances. As opções de avaliações são três: sub-17, sub-20 e equipe principal. O início do período de inscrições e entrega dos vídeos começou no dia 27 de novembro e se encerra no dia 10 de janeiro de 2018.

Disponível gratuitamente para celulares que possuem os sistemas Android e IOS, o Cavadinha não tem o intuito de selecionar os atletas pelo aplicativo, mas sim realizar uma espécie de triagem, que vai apontar aqueles que serão escolhidos para uma avaliação presencial. Antes de qualquer coisa, é uma forma de agilizar o processo.

“O clube faz uma triagem virtual, sem precisar sair do CT e, posteriormente, seleciona os melhores para a avaliação presencial. A grande novidade é que desta vez será uma seleção de atletas profissionais para a equipe principal”, destacou Doni.

“Nossa intenção é viabilizar esse processo, e, claro, o foco está nas categorias de base e nos futuros craques brasileiros, mas também podemos realizar avaliações para equipes principais. O Goianésia será o primeiro deles”, adicionou João Paulo.

...