noticias / ESPORTE / Goiás será palco da maior competição universitária da América Latina
ESPORTE

Goiás será palco da maior competição universitária da América Latina

Na próxima quinta-feira (19), a maior competição universitária da América Latina chega em Goiás e deve reunir o maior número de participantes da história, com cerca de 7 mil envolvidos. A 65ª edição dos Jogos Universitários Brasileiros, com 20 modalidades em disputa, será realizada em praças esportivas de Goiânia, Trindade e Aparecida de Goiânia, até o dia 28 de outubro.

A abertura oficial está marcada para o próximo dia 19, a partir das 19 horas, no Estádio Olímpico, com um show da dupla sertaneja Israel e Rodolffo. O ingresso pode ser adquirido mediante troca por 1 Kg de alimento não perecível (exceto açúcar e fubá). Os bilhetes já podem ser adquiridos na recepção instalada no Estádio Serra Dourada, no Jardim Goiás, das 8h às 18h.

Neste ano, a expectativa é receber mais de 4,5 mil atletas e paratletas de 26 Estados e do Distrito Federal, além de delegações, árbitros, voluntários e Comitê Organizador. Goiás será representado por 170 atletas-alunos de oito universidades públicas e privadas.

Serão disputadas 20 modalidades: atletismo, badminton, judô, natação, tênis, tênis de mesa, vôlei de praia, xadrez, basquetebol, futsal, basquete 3×3, handebol, taekwondo, JUBs acadêmico, esportes eletrônicos (Fifa e League of Legends) e vôlei. Natação, tênis de mesa e atletismo também serão disputados no paradesporto.

Esta é a quarta vez que o Estado de Goiás sedia o evento esportivo. As outras ocasiões foram em 1969, 1985 e em 2013.

Pela primeira vez, após 64 edições, os Jogos Universitários Brasileiros (JUBs) receberão uma competição coletiva de jogos eletrônicos. Depois da estreia do futebol virtual (individual), em Cuiabá/2016, Goiânia receberá o League of Legends (LoL), um jogo de estratégia online com mais de 100 milhões de adeptos por todo o mundo.

Goiás, DF e outros seis estados serão representados na disputa. Cada equipe conta com cinco competidores. Os jogos duram, em média, uma hora, mas podem se arrastar por horas, o que demanda preparo físico e psicológico.

Além da prática de esportes, troca de conhecimento e intercâmbio cultural entre os atletas de diferentes regiões do país, o JUBs vai injetar cerca de R$ 10,5 milhões na economia de Goiás, sendo 60% em hospedagem e alimentação, 25% em materiais, equipamentos e outras despesas da parte técnica e competição e 15% em RH e encargos.

O Governo de Goiás e as prefeituras de Trindade e Aparecida estão investindo nas praças esportivas, transporte, infraestrutura local e cerimônia de abertura, enquanto as Federações Universitárias Estaduais/Estados desembolsarão R$ 1,5 milhão, que envolvem os gastos com ônibus, uniformes e outras despesas das delegações.

A previsão é que a competição movimente cerca de R$ 3 milhões no setor de hotelaria de Goiânia, por meio dos cerca de 20 hotéis que atenderão os participantes na capital de Goiás.

No Centro de Excelência do Esporte, serão realizadas competições de cinco das 19 modalidades disputadas no evento: atletismo, vôlei, handebol, judô e basquete. A estrutura do Centro de Excelência também será usada como local de trabalho do comitê organizador do evento.  O Centro de Convivência e o restaurante dos atletas funcionarão nas dependências do Laboratório de Pesquisa e Capacitação, que disponibilizará ainda quadras poliesportivas para os jogos. O Estádio Olímpico será palco das competições de atletismo pela qualidade da pista instalada na praça esportiva.

Os Jogos Universitários Brasileiros chegam à sua 65ª edição um ano após os Jogos Olímpicos Rio 2016, de legado para o desporto brasileiro, e dois meses após a Universíade de Verão, segundo maior evento poliesportivo do planeta, que contou com a participação de 188 atletas brasileiros, sendo 19 olímpicos, e garantiu ao Brasil um total de 12 medalhas.

Pela competição nacional, passaram vários dos maiores atletas olímpicos brasileiros, como Bernardinho, Marilson dos Santos, Sarah Menezes, Joanna Maranhão, Alison Cerutti e Bruno Schmidt, entre outros. Somado a isso, 53% dos medalhistas brasileiros da Rio 2016 foram atletas do desporto universitário, que é um dos caminhos de instrumento de formação social esportiva.
Os Jogos Universitários Brasileiros (JUBs) são uma realização da Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU) e da Federação Goiana do Desporto Universitário (FGDU), com apoio do Governo Federal, por meio do Ministério do Esporte, e do Governo do Estado de Goiás, por meio da Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esporte de Goiás (Seduce).
Com praças esportivas espalhadas pelas cidades de Goiânia, Aparecida de Goiânia e Trindade, os Jogos Universitários Brasileiros – JUBs 2017 contarão ao todo com 17 locais para receber os atletas durante as duas semanas de competição – de 19 a 28 de outubro. O palco principal do evento, o Centro de Excelência do Esporte de Goiânia, sediará o Boulevard dos Atletas, o refeitório, as salas do Comitê Organizador e algumas modalidades. Confira aqui o documento completo, com os endereços das praças esportivas.

...