noticias / ELEIÇÕES / Caiado venceria eleições no primeiro e segundo turno, diz pesquisa Grupom
ELEIÇÕES

Caiado venceria eleições no primeiro e segundo turno, diz pesquisa Grupom

Uma pesquisa eleitoral realizada pelo Instituto Grupom e publicada ontem (14) pelo jornal Diário da Manhã mostra Ronaldo Caiado (DEM) líder em todos os cenários.  Na estimulada, o democrata aparece com 40,2% das intenções de votos, seguido pelo deputado federal Daniel Vilela (MDB) com 10,65%, e pelo governador José Eliton (PDSB), que aparece com 9,8%.

Já a presidente estadual do PT Kátia Maria teve 3,4 % das intenções de voto, e o policial federal Fabrício Rosa (PCdoB) aparece em último, com 1,95%.  Os que não sabem ou não avaliaram os nomes somam 14,3%, e outros 19,7% disseram que votarão em branco ou nulo.

Na espontânea, Ronaldo Caiado lidera com 13,9% das intenções do eleitorado, em seguida, José Eliton, com 4,8%. Mesmo sem poder se candidatar ao governo do Estado, o nome de Marconi Perillo aparece com 4,1%, seguido de Daniel Vilela (1,6%) e Kátia Maria (0,7%). O percentual dos que não avaliaram chega a 55%, e brancos e nulos somam 16,6%.

Caiado também venceria seus concorrentes em um eventual segundo turno. Contra José Eliton (PSDB) ele venceria por 46% a 15%. Já contra Daniel Vilela ele obteria 47% contra 14,6%.

 

Contraponto

Em nota, o líder nas pesquisas de intenção de voto, o senador Ronaldo Caiado demonstrou moderação ao comentar os números. “Pesquisa eu sempre recebo com cautela, responsabilidade e, acima de tudo, humildade. O importante é manter o foco e redobrar os esforços no que importa: corresponder a essa esperança dos goianos por dias melhores depois de um governo de 20 anos, que não atendeu às necessidades de nosso Estado. E seguir sempre compromissado com a verdade para renovar e mudar Goiás”, disse.

Também por nota, José Eliton respondeu que está focado na administração do Estado e que aguardará momento oportuno para falar sobre política. “As pesquisas de intenção de voto refletem o momento. Não estou atento à questão política. O meu foco, o meu compromisso agora é com o governo de Goiás, é buscar atender as demandas da população. Cabe às lideranças partidárias, aos presidentes de partido conduzirem o processo partidário eleitoral. Mesmo porque a campanha se dará a partir do dia cinco de agosto, quando as convenções homologarão seus candidatos”, reforçou.

O deputado federal e presidente do MDB, Daniel Vilela, afirmou via assessoria que está no caminho certo. “Ficamos felizes com o resultado da primeira pesquisa Grupom/DM, publicada hoje. Ficar em 2º lugar mesmo sendo menos conhecido pelo eleitorado comprova o potencial da nossa pré-candidatura. Mas ainda temos muito trabalho pela frente. Estamos otimistas, porque temos um projeto que representa a verdadeira mudança que os goianos exigem”, comentou.

Já a petista Kátia Maria comemorou a menção positiva ao seu nome mesmo não sendo referendada pela Convenção do partido ainda como pré-candidata oficial da sigla em Goiás. “Recebo a pesquisa de forma positiva, primeiro porque não sou pré-candidata oficial. O partido deve decidir sobre isso oficialmente neste sábado. O PT já tem uma participação significativa na espontânea onde 77% do eleitorado ainda não sabe em quem votará. Para mim o cenário ainda está aberto”, destacou.

 

Dados da Pesquisa

O Grupom ouviu 801 eleitores em 41 municípios do Estado de Goiás, entre os dias 6 e 10 de maio, com margem de erro de 3,3 pontos porcentuais para mais ou para menos e intervalo de confiança de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o protocolo número BR-09426/2018 e no Tribunal Regional Eleitoral sob o protocolo número GGO-07780/2018 no dia 07 de maio 2018.

...